EBD: Lição 08 – A Nossa Eterna Salvação


Leitura Bíblica em Classe
1 João 3.1-5;Romanos 8.14-17

A palavra salvação significa, em primeiro lugar, ser tirado de um perigo, livrar-se, escapar. A Bíblia fala de salvação como a libertação do tremendo perigo de uma vida sem Deus ( At 26.18; Cl 1.13). Tradução da palavra grega soterion, tem a significação de “tornar ao estado perfeito” ou “restaurar o que a queda causou”. A salvação desfaz, assim, as obras do Diabo (1 Jo 3.8)

A Salvação preparada para o mundo perdido nasceu no coração amoroso de Deus. Por isso, a multidão salva, vestida de vestes brancas, cantará nos céus: “Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono” ( Ap 7.10).

No dia da queda do homem, Deus prometeu enviar um Salvador. Ele disse a respeito da semente da mulher: “Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar” (Gn 3.15). Na plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher ( Gl 4.4). A promessa cumpriu-se literalmente, sendo uma expressão do amor divino: “Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito” (Jo 3.16).

Jesus é o único meio da salvação, Ele foi chamado desde o seu nascimento, de “Salvador” (Lc 2.11), porque Ele veio para salvar (Mt 1.21).

Jesus ganhou a salvação por sua morte na cruz, “havendo por Ele feito a paz pelo sangue da sua cruz” ( Cl 1.20). “E, pela cruz, reconciliar ambos com Deus” (Ef 2.16). Pois que “pelo sangue de Cristo chegaste perto” (Ef 2.13). A “rude cruz se erigiu” e a sua mensagem se tornou eterna.

Deus predestinou, por antecipação, o plano da nossa salvação, isto é, o meio pelo qual devemos ser salvos. Em Efésios 1.5, está escrito: “Nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo”, isto é, Jesus foi dado como o sacrifício pela expiação dos nossos pecados desde a eternidade. Assim a Bíblia diz que Jesus foi morto desde a fundação do mundo ( Ap 13.8) e que Cristo, como cordeiro imaculado e incontaminado, foi conhecido antes da fundação do mundo (1 Pe 1.20).

Deus “nos predestinou para filhos de adoção” (Ef 1.5).  Aqui observamos a finalidade da nossa salvação por Jesus – Deus predestinou que os pecadores fossem, por Jesus, feitos filhos da adoção. Quem adota uma criança, atribui-lhe o direito de um filho próprio, e legitima-o para desfrutar desses direitos.

A Bíblia diz que “Somos, logo, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo” (Rm 8.17).

Para ser salvo importa somente vir a Jesus, aceitando-o como o seu Salvador (Jo 1.12,13; Cl 2.6) e recebendo a sua Palavra como uma parte dEle mesmo (1 Ts 1.6; 2.13; 1 Tm 1.15). Assim o homem se identifica com Jesus e com a sua Palavra! “Se alguém  está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” ( 2 Co 5.17). Essa aceitação de Jesus independe de um amplo conhecimento das doutrinas da Bíblia. Aquele que sinceramente crer que Jesus é o Filho de Deus e o aceitar experimenta logo o contato com Cristo Vivo, e é salvo e identificado com a nova vida (At 8.37;16.31).

A salvação é um dom de Deus (Ef 2.8; Rm 6.23) dado por sua graça (Rm 5.15). Não vem pelas obras. O Espírito Santo (Jo 16.8,9) e a Palavra de Deus (Rm 10.8,14-17) operam o despertamento no homem, fazendo a sua vontade buscar e aceitar a salvação. “Crer em Jesus” e “ receber a salvação” são expressões sinônimas ( Jo 1.12,13). A fé salvadora se expressa pela oração a Deus  em nome de Jesus. “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” ( At 2.21). “Com a boca se faz confissão para a salvação” ( Rm 10.10). No momento em que a pessoa se entrega a Jesus, com a sua boca começa a confessar sua alegria e gratidão. A certeza de ser salvo se manifesta (Rm 10.9; Sl 51.12).

O testemunho do Espírito em nós, evidencia o recebimento da salvação! Já observamos que Deus envia o seu Espírito para testificar na alma daquele que se converteu (Gl 4.6). Quando Deus escreve nosso nome no Livro da Vida (Lc 10.20), Ele nos manda “o protocolo” pelo testemunho do Espírito Santo (Rm 8.16, 1 Jo 3.24; 4.13). Devemos tomar cuidado para que esse testemunho em nós jamais silencie (Ef.4.30). Extraído do livro Introdução àTeologia Sistemática de Eurico Bergstén, CPAD.

Fonte: http://www.cpad.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: